Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

(+351) 919 194 788

segunda, maio 01, 2017

UM COMENTÀRIO PESSOAL

templo dorado

Em primeiro lugar. gostaria de fazer algumas reflexões pessoais sobre os jardins Japoneses, embora não tenha encontrado até agora uma definição clara sobre os estilos utilisados na jardinagem Japonesa, separei segundo o critério de livros e pessoais em diversos estilos  que no meu entender refletem de algum modo épocas distintas. Claro está, que conforme se vão desenvolvendo distintas formas na Jardinagem Japonesa, eram incluidas num novo protótipo marcado pela mudança.

 

O mesmo acontece com a arquitetura, já que, deve-se ter muito em conta que é a base primordial de quase todos os estilos de Jardins Japoneses, estes incorporam as construções como  mais um elemento dentro do Jardim. Daí que estejam tão intimamente ligados entre si. 

Este conceito, podemos extendê-lo a outros estilos de Jardinagem, por exemplo no estilo Francês irá muito bem com a casa cujas frentes podem ser obviamente no estilo Francês  ou Barroco. Mas repare-se que disse "cujas frentes" e não disse "casa estilo". Pois em todos os outros estilos de Jardins, não japoneses, não se considera o interior da casa como uma area de observação ou de integração no Jardim, muito pelo contràrio, nos Jardins Japoneses são parte da casa ou melhor, a casa é parte do Jardim.

Mas se estão perguntando neste momento, se é necessàrio transformar a casa toda para fazer um jardim Japonês, obviamente que não, pois além de ser uma loucura extremamente cara, perderíamos a nossa identidade como ocidentais. O mais importate é entender o conceito de integrar a casa no jardim como mais um elemento no momento do desenho. Claro está, que é simpático realizar detalhes interiores Japoneses que ajudem a reforçar esta interacção.

Imagine-se em frente de uma lareira, talvez com uma cerveja e um petisco observando o jardim numa confortàvel poltrona. A moldura que forma a janela, é a moldura de um quadro vivo e que muda em cada estação. Esta é a forma mais clara de interpretar a integração casa-Jardim a que se refere o estilo Japonês.

Baseando-nos nestes critérios, podemos dividir então os Jardins Japoneses em cinco estilos básicos por ordem de aparição: Sansui, Karesansui, Roji, Meisho e Moderno.

 

ENTRE EM CONTATO

Jardins Japoneses

Av. Dr. Francisco Sá Carneiro, 61  1º-B
2775-770 - Carcavelos - Portugal

T (+351) 919 194 788

Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 : jardinesjaponeses

 

Registro de Usuário



Registrarse

Scroll to top